Conhecer o passado dos oceanos para compreender o presente e antecipar o futuro

Quando se ouve falar em sustentabilidade, muito se tem a dizer sobre a questão dos oceanos. Aliás, este é a componente principal do nosso planeta terra e mais do que nunca é importante não só protegê-lo como também preservá-lo. A ação humana neste imenso mar azul foi, desde sempre, uma constante. Mas e o contrário? Será que temos noção do impacto que o próprio oceano também teve nas sociedades humanas? Talvez esteja na altura de recuar um pouco no tempo e vasculhar o passado de algo que é tão valioso. Entender a história desta parte tão importante do planeta pode ser um grande passo para descodificar aquilo que nos pode trazer o futuro. Quem o diz é Cristina Brito.

Cristina Brito é Diretora do CHAM – Centro de Humanidades da FCSH -, onde também exerce a função de investigadora. E é lá, dentro das paredes desse centro de investigação, que tem desenvolvido o projeto 4 Oceans, dedicado ao estudo do Oceano. Entre 2021 e 2027, o grande objetivo deste projeto será conhecer – e perceber – o passado dos oceanos, bem como o impacto que este teve nas sociedades humanas. Para a investigadora, esta será uma forma de não só compreender o presente, como também de antecipar o futuro. A ideia é recuar até dois milénios antes da revolução industrial e desenvolver-se um estudo que, tal como o nome indica, estará assente em 4 oceanos – o Ártico, Atlântico, Índico e Pacífico.

Cristina Brito | Professora e Investigadora

Mergulho para a inovação

Cristina Brito é uma investigadora portuguesa integrada no CHAM, Centro de Humanidades da FCSH, do qual é também diretora. É licenciada em Biologia, pela FCUL (1993-1998), Mestre em Etologia pelo ISPA e Doutorada em História pela FCSH. Apaixonada pelo mundo dos mamíferos marinhos, participou em várias conferências internacionais, tendo também organizado cursos e workshops sobre o tema. Tem artigos publicados em várias revistas nacionais e internacionais e atualmente conduz a sua investigação sobre a história moderna do ambiente marinho e a história dos oceanos, liderando o projeto 4 Oceans.

O valor da sustentabilidade

A utilização dos recursos marinhos

Mais do que entender a história, o projeto pretende também perceber como funciona, e funcionou, a exploração dos recursos marinhos e de que forma é que estas extrações tiveram impacto na sociedade. No fundo, vai ser possível perceber como é que a utilização dos recursos, em conjunto com a tecnologia, a economia e as trocas comerciais se estabeleceram entre sociedades, mas também de que forma é que estas impactaram os recursos e ecossistemas marinhos. Assim, 10 serão as espécies estudadas, tanto por se tratar de alvos de exploração, como também pelo grande impacto da mão humana: o bacalhau, o atum, o salmão, os tubarões, as baleias e as morsas.

Há alterações que possam vir a ser necessárias no futuro que podem, eventualmente, vir a ser inspiradas em outras adaptações e comportamentos que tivemos no passado.

Deste projeto, resultará um verdadeiro Atlas da Exploração Histórica dos oceanos que vai ser de livre acesso e que pretende ajudar qualquer pessoa que se interesse pelo tema, bem como tantas outras áreas que de alguma forma se envolvem com a temática.

Conheça os impulsionadores da mudança

O nosso mundo está repleto de desafios, mas nenhum tão importante como a construção de um mundo melhor. Fique a conhecer os projetos projetos que estão a alterar o paradigma da sustentabilidade, e as pessoas que desbravam os novos caminhos do futuro.