VISÃO DAIMLER

Futuro sustentável

Mobilidade com emissões mais baixas, menor consumo de recursos e menos acidentes. É esta a visão da Daimler, que consiste em criar responsabilidade económica, ambiental e social para todos os intervenientes: clientes, colaboradores, investidores, parceiros de negócio e sociedade como um todo.

O Relatório de Sustentabilidade 2019 da Daimler AG, intitulado “SpurWechsel”, tem no capítulo dos objetivos estratégicos de sustentabilidade e campos de ação um dos seus principais destaques. Uma das grandes metas da Daimler consiste em reduzir as emissões de CO2. O próprio grupo pretende disponibilizar até 2039 um portefólio de novos veículos ligeiros de passageiros totalmente neutro em emissões de carbono.

Como passo importante neste processo, até 2030 a Daimler prevê aumentar, significativamente, as vendas de veículos ligeiros de passageiros equipados com cadeias cinemáticas híbridas plug-in e, também, totalmente elétricas, em mais de 50% do seu portefólio. O objetivo passa ainda por incluir os novos veículos comerciais pesados para os mercados da Europa, Japão e América do Norte, que devem ser neutros em carbono durante os seus ciclos de vida, igualmente até 2039. Para a divisão Mercedes-Benz Vans, estão, também, a ser aplicados planos idênticos.

Ao longo de 2019, o grupo alemão conseguiu implementar toda uma série de importantes objetivos de sustentabilidade, em conformidade com o “SpurWechsel”. No que à produção disse respeito, durante o ano de 2019 a empresa já conseguia cumprir as suas metas de longo prazo de redução de CO2 para o ano de 2020. Durante os últimos anos recentes, a Daimler também conseguiu reduzir o consumo de energia e de água, bem como o nível de desperdício na produção por cada veículo fabricado, transversalmente em todas as unidades de negócio. Na divisão Mercedes-Benz Cars, o nível de desperdício por cada veículo produzido diminuiu cerca de 25% comparativamente ao período de 2013/2014.

Uma das grandes metas da Daimler consiste em reduzir as emissões de CO2. O próprio grupo pretende disponibilizar até 2039 um portefólio de novos veículos ligeiros de passageiros totalmente neutro em emissões de carbono.

Já o consumo de energia, diminuiu 10%. Os prémios de sustentabilidade atribuídos em 2019 aos dois modelos de autocarros urbanos da Mercedes-Benz, nomeadamente o eCitaro e o Citaro híbrido, bem como ao autocarro de turismo de dois pisos TopClass S 531 DT, sob a insígnia Setra, são provas do trajeto assumido pelo grupo. Em dezembro de 2019, o Mercedes-Benz eCitaro tornou-se, também, no primeiro autocarro urbano totalmente elétrico a ser galardoado com o rótulo ambiental atribuído pelo Governo Alemão: “Blauer Engel”.

A Daimler está, também, particularmente preocupada com o respeito pelos direitos humanos ao longo de toda a sua cadeia de fornecimento. O grupo está comprometido, entre outros, com os Princípios Orientadores sobre Empresas e Direitos Humanos da ONU e com o Plano de Ação Nacional do Governo Alemão para Empresas e Direitos Humanos. Para cumprir as suas responsabilidades nesta matéria, a empresa assume diligências com os devidos riscos e sujeita as cadeias de fornecimento de matérias-primas, como, por exemplo, o cobalto, a rigorosos controlos, desde as minas de extração.

Exemplar é, também, o Código de Integridade da Daimler aplicado a nível internacional, atualizado em 2019, que forma um quadro de referência legal e eticamente vinculativo para todas as atividades do grupo. Em setembro de 2019, a Daimler tornou-se no primeiro fabricante de automóveis a publicar o seu próprio conjunto de princípios para o trabalho que envolvesse Inteligência Artificial (AI). Para cumprir as suas responsabilidades de gestão de dados, a empresa persegue uma abordagem abrangente que vai muito para além da proteção de dados.

Registe-se e receba informações exclusivas sobre o novo EQC